Busca:

Etiqueta Arquivos: Melhores fundos investimentos 2010

Fundos de Investimentos Bradesco de Curto Prazo


O Banco Bradesco tem uma das carteiras de fundos de investimento mais completas do mercado que se ajeita no seu perfil de possibilidades.

O banco disponibiliza um simulador de carteiras, para a analise das diferentes combinações possíveis entre os instrumentos disponíveis.

A adequada estrutura de consultoria financeira é fundamental para que as estratégias sejam bem traçadas. Mais

Investindo no Tesouro Direto


Ainda dentro do universo de investimentos de risco moderado, há boas opções para quem possui um pouco mais de conhecimento e educação financeira. Os fundos de renda fixa são uma delas. Na média, esses produtos acumulam uma rentabilidade de 3,80% neste ano – contra 3,54% dos referenciados DI.

monedas4

É importante o investidor notar que essa é a rentabilidade média das duas aplicações. Como os fundos de renda fixa compram títulos de crédito um pouco mais arriscados, é provável que alguns deles tenham registrado uma rentabilidade inferior ao dos fundos DI. Ganhará mais dinheiro, portanto, somente quem for capaz de selecionar bons gestores ou tiver sorte.

Mais

Poupança virou um péssimo negócio


A caderneta de poupança tem uma enorme importância econômica e social no Brasil. A aplicação é a principal fonte de financiamento para dois importantes setores da economia, o imobiliário e o agropecuário.

chancho-roto3

A maior parte dos 384 bilhões de reais depositados em poupança nos bancos brasileiros precisam obrigatoriamente ser utilizados para a concessão de financiamentos à compra ou construção de imóveis ou à produção agrícola. Investimento mais popular do Brasil, a caderneta também é relevante por ser o único meio de poupança de dezenas de milhões de brasileiros.

Mais

O que sao os Fundos de Investimento


Fundos de Investimento são condomínios constituídos com o objetivo de promover a aplicação coletiva dos recursos de seus participantes. São regidos por um regulamento e têm na Assembléia Geral seu principal fórum de decisões.

Os Fundos de Investimento constituem-se num mecanismo organizado com a finalidade de captar e investir recursos no mercado financeiro, transformándose numa forma coletiva de investimento, com vantagens, sobretudo, para o pequeno investidor individual.

Fundo de Investimento é uma comunhão de recursos, constituído sob forma de condomínio, destinado à aplicação em ativos financeiros, autorizado pela legislação específica.

Tais Fundos de Investimentos, através da emissão de cotas, reúnem aplicações de vários indivíduos para investimento em carteiras de ativos disponíveis no mercado financeiro e de capitais. Ao Administrador do Fundo compete a realização de uma série de atividades gerenciais e operacionais relacionadas com os cotistas e seus investimentos, dentre as quais a gestão da carteira de títulos e valores mobiliários.

Esta gestão da carteira do Fundo pode ser realizada pelo próprio Administrador ou pode ser terceirizada, isto é, realizada por uma pessoa física ou jurídica, credenciada pela CVM e contratada  especialmente para essa finalidade. Este é o Gestor da Carteira.

As informações relevantes de um Fundo de Investimento constam de seu Prospecto e de seu Regulamento, que devem, obrigatoriamente,  ser entregues ao cotista por ocasião de seu ingresso no Fundo.

O funcionamento dos Fundos de Investimento depende de prévia autorização da CVM.

Os Fundos de Investimento tratados neste trabalho são aqueles previstos na Instrução CVM nº409, de 18/08/2004, e classificam-se,  conforme a composição de suas carteiras, em:

1 – Fundo de Curto Prazo;

2 – Fundo Referenciado;

3 – Fundo de Renda Fixa;

4 – Fundo de Ações;

5 – Fundo Cambial;

6 – Fundo de Dívida Externa; e

7 – Fundo Multimercado.

As vantagens dos Fundos de Investimento?

Dentre os benefícios oferecidos pelos Fundos de Investimento, para o investidor, podem ser citados:

1) Acesso a modalidades de investimento que, pelo volume de recursos envolvidos, não estariam ao alcance dos investidores individuais, especialmente os de menor capacidade financeira, aumentando assim, a quantidade de alternativas de investimentos disponíveis. A formação de uma carteira diversificada de ações e outros ativos requer um volume de recursos que, na maioria das vezes, é superior às disponibilidades do pequeno investidor.

2) Diluição, entre os participantes, dos custos de administração da carteira que, normalmente, não são acessíveis aos investidores individualmente. A participação de vários investidores em um Fundo permite que esas economias possam ser canalizadas coletivamente para o mercado de valores mobiliários, viabilizando, portanto, a participação do pequeno investidor neste segmento de investimentos.

3) Assegurar ao investidor a comodidade de ter os seus investimentos administrados profissionalmente, sem que ele tenha que dominar a utilização de sofisticado instrumental de análise e acessar diferentes fontes de informação, requeridas para a administração profissional de uma carteira de investimentos.

Fonte: CVM

Os fundos imobiliários e suas vantagens


Aluguel da o dobro da renda destinada à prestação de imóvel. Ou seja, financiar um imóvel para concretizar o sonho da vivenda própria pesa mais no orçamento do que pagar aluguel. Mais não é assim .

Apesar dos juros e amortizações, alugar pesa em média o dobro que as prestações de imóveis nos gastos, segundo estudo feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Ipea calculou que a despesa dos mutuários com financiamento consome 6,7% da sua renda, enquanto o gasto com aluguel representa 12,3% do orçamento de quem tem esta despesa. Os dados foram calculados a partir da POF de realizada de 2008/2009. Mais

Novo Mercado de Renda Fixa lançado pela ANBIMA


A ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades do Mercado Financeiro e de Capitais) lançou no dia 05 de abril (terça-feira), durante a sexta edição do Seminário ANBIMA de Mercado de Capitais, as linhas gerais do projeto do NMRF (Novo Mercado de Renda Fixa).

O objetivo é criar um arcabouço institucional autorregulado, de adesão voluntária, caracterizado por regras que têm como objetivo garantir a qualidade da governança das emissões e transações. Essas regras vão compor um Código de Regulação e Melhores Práticas, que será desenvolvido pela ANBIMA.

Mais

O melhor Março de toda a historia para os Fundos de Investimento


A captação líquida da indústria de fundos de investimento no mês passado atingiu a R$ 19,5 bilhões, a maior para o mês de março desde o início da série em janeiro de 2002.

Esse resultado (captação) representou 1,2 ponto percentual da variação total de 2,2% do patrimônio líquido (PL) da indústria no último mês, de acordo com Boletim de Fundos de Investimento de abril da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), divulgado nesta quinta-feira .

Mais

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil