Busca:

Etiqueta Arquivos: investir no tesouro direto

Investindo no Tesouro Direto


Ainda dentro do universo de investimentos de risco moderado, há boas opções para quem possui um pouco mais de conhecimento e educação financeira. Os fundos de renda fixa são uma delas. Na média, esses produtos acumulam uma rentabilidade de 3,80% neste ano – contra 3,54% dos referenciados DI.

monedas4

É importante o investidor notar que essa é a rentabilidade média das duas aplicações. Como os fundos de renda fixa compram títulos de crédito um pouco mais arriscados, é provável que alguns deles tenham registrado uma rentabilidade inferior ao dos fundos DI. Ganhará mais dinheiro, portanto, somente quem for capaz de selecionar bons gestores ou tiver sorte.

Mais

Poupança virou um péssimo negócio


A caderneta de poupança tem uma enorme importância econômica e social no Brasil. A aplicação é a principal fonte de financiamento para dois importantes setores da economia, o imobiliário e o agropecuário.

chancho-roto3

A maior parte dos 384 bilhões de reais depositados em poupança nos bancos brasileiros precisam obrigatoriamente ser utilizados para a concessão de financiamentos à compra ou construção de imóveis ou à produção agrícola. Investimento mais popular do Brasil, a caderneta também é relevante por ser o único meio de poupança de dezenas de milhões de brasileiros.

Mais

Novo Mercado de Renda Fixa lançado pela ANBIMA


A ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades do Mercado Financeiro e de Capitais) lançou no dia 05 de abril (terça-feira), durante a sexta edição do Seminário ANBIMA de Mercado de Capitais, as linhas gerais do projeto do NMRF (Novo Mercado de Renda Fixa).

O objetivo é criar um arcabouço institucional autorregulado, de adesão voluntária, caracterizado por regras que têm como objetivo garantir a qualidade da governança das emissões e transações. Essas regras vão compor um Código de Regulação e Melhores Práticas, que será desenvolvido pela ANBIMA.

Mais

O melhor Março de toda a historia para os Fundos de Investimento


A captação líquida da indústria de fundos de investimento no mês passado atingiu a R$ 19,5 bilhões, a maior para o mês de março desde o início da série em janeiro de 2002.

Esse resultado (captação) representou 1,2 ponto percentual da variação total de 2,2% do patrimônio líquido (PL) da indústria no último mês, de acordo com Boletim de Fundos de Investimento de abril da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), divulgado nesta quinta-feira .

Mais

Quais são os títulos Públicos disponíveis para o investidor


Prefixados

Letras do Tesouro Nacional (LTN): A taxa de juros é pré-acordada e precifica o CDI futuro, isto é, a expectativa que o mercado tem em relação à taxa de juros básica no futuro. É de curto prazo. Quando são vantajosos: quando a expectativa é de alta na taxa de juros. Por exemplo, se a inflação estiver muito alta e com expectativa de subir ainda mais ao longo do ano, o mais provável é que o Banco Central suba as taxas de juros para controlar a inflação. Ou seja, são mais vantajosos para cenários mais previsíveis e inflação controlada. Forma de pagamento: no vencimento.

Notas do Tesouro Nacional – série F (NTN-F): Semelhante às LTNs, porém os prazos são maiores e ocorre o pagamento de juros mensalmente. A rentabilidade de uma NTN-F é semelhante à de uma LTN de prazo semelhante, porém essa rentabilidade é maior se a NTN-F for de longo prazo. Quando são vantajosos: mesmo contexto das LTNs, porém com vistas a um prazo mais longo. Forma de pagamento: semestralmente (juros) e no vencimento (principal).

Mais

Aprenda como investir no Tesouro Direto


Depois que foi criado o Tesouro Direto, aplicar em títulos públicos ficou muito mais fácil e, normalmente, mais barato. Antes, só era possível investir nesses ativos por meio de fundos de renda fixa que cobravam taxas de administração aviltantes. O Tesouro Direto acabou com a necessidade dessa intermediação possibilitando ao investidor comprar e vender diretamente seus títulos públicos pela Internet, como acontece com as ações em um Home Broker.

No ano passado, os títulos públicos estiveram entre as aplicações mais rentáveis do ano. Com um desempenho pífio da Bolsa, desvalorização do dólar e inflação em alta, a renda fixa se valorizou, em especial os títulos que corrigem os investimentos pelo IPCA. Veja, a seguir, como funciona o Tesouro Direto e quando investir em títulos públicos vale a pena.

Mais

O setor dos fundos de investimento cresce 20% e supera o trilhão de Reais


Com mais de 10 mil produtos e 11 milhões de investidores, Brasil é o sexto maior mercado de fundos de investimentos do mundo.

A indústria brasileira de fundos de investimento atingiu um patrimônio líquido de R$ 1,673 trilhão em fevereiro deste ano, segundo a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). O número é 19,5% superior ao R$ 1,4 trilhão de fevereiro do ano passado.

Mais

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil